sexta-feira, março 31, 2006

Governo extingue 187 organismos de Estado


O ministro das finanças, Teixeira dos Santos, anunciou ontem, durante a apresentação do Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE) a extinção de 187 organismos públicos, configurando assim a mais profunda reestruturação na Administração Pública desde 1974.

A Presidência do Conselho de Ministros e o Ministério da Economia e Inovação serão os mais afectados com 38 e 29 organismos extintos respectivamente.
O ministro fez questão de referir que as alterações serão feitas de modo faseado, e prometeu manter o diálogo com as instituições sindicais, embora oficialmente o governo não tenha adiantado quantos funcionários públicos serão afectados em concreto.

Com estas medidas, prevê-se que o Estado venha a poupar cerca de 30% dos recursos actualmente dispendidos, mas o primeiro-ministro afirmou que esta reforma não visa apenas poupar dinheiro, mas também “reforçar a relação de confiança entre os cidadãos e o Estado”.

O ministro de Estado e da Administração Interna, António Costa revelou ainda a existência de segunda fase de reestruturação em que a descentralização e desconcentração dos serviços será a grande aposta.


Fontes: Diário de Notícias
Foto: Diário de Notícias

2 Comments:

At 1:08 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O nosso "Socras" está a revolucionar o nosso país!Esperemos que todas estas medidas consigam dar frutos a medio prazo! Que realmente existe ai muito boa gente a ganhar fortunas sem prestar qualquer serviço útil, isso há!

 
At 12:44 da tarde, Anonymous rs said...

Tudo o que seja para poupar o dinheiro dos contribuintes é de louvar. Existem muitas funções obsoletas na função pública que é necessário que sejam extintas. É de apaudir a coragem do Governo. Muito bem!

 

Enviar um comentário

<< Home